Metodologia ativa propõe nova forma de aprendizado em sala de aula

Imagem da notícia Metodologia ativa propõe nova forma de aprendizado em sala de aula

Metodologia ativa propõe nova forma de aprendizado em sala de aula

Implementado no final da década de 1970, o ensino EAD continua em ascensão e ganhando cada vez mais notoriedade na área educacional. Seu viés tecnológico e seu potencial de ensino e aprendizagem fizeram o formato presencial, quase que obrigatoriamente, evoluir no uso das tecnologias e aprimorar suas metodologias.

Para quem aposta no ensino presencial e investe em inovação na sala de aula, há muitas formas de aprendizado que estimulam os alunos e despertam o seu real interesse pelos assuntos discutidos. O modelo tradicional, com lousa e giz, alunos como ouvintes e recipientes de conteúdos, sem grande troca de informações entre o aluno e o professor, está em desuso e não agrada mais os jovens contemporâneos, que têm uma natureza mais energética.

 

O uso de metodologias ativas em sala de aula

A contemporaneidade fez com que as instituições precisassem se adaptar para as novas tecnologias e metodologias de ensino, uma vez que o perfil dos alunos não é o mesmo de anos atrás. Todas as ferramentas utilizadas em aula refletem no comportamento dos alunos, razão pela qual é importante que o ambiente acadêmico esteja adequado às transformações tecnológicas educacionais.

Entre as metodologias ativas de ensino e aprendizagem mais utilizadas e que entregam melhores resultados, podemos citar a sala de aula invertida (flipped classroom), o ensino por pares (peer instruction), o design thinking, a aprendizagem baseada em games e a gamificação.

 

LEIA TAMBÉM:

+ Faculdade Phorte apoia a Conferência de Educação, que traz Alfredo Hoyuelos ao Brasil
+ A Biblioteca da Phorte é uma das maiores do Brasil!
+ Conheça a Faculdade Phorte, a faculdade da Bela Vista!

 

Quais são as metodologias ativas utilizadas pela Faculdade Phorte?

Em busca de uma educação mais inovadora, a Faculdade Phorte aposta nas tecnologias ativas como forma de tornar os alunos mais autônomos e capazes de construir uma trilha personalizada de conhecimentos teóricos e empíricos.

 

  1. Gestão em Ação

A disciplina Gestão em Ação, diferencial da Phorte, visa promover a interdisciplinaridade e a contextualização dos diferentes conteúdos dos módulos do curso, com um projeto de atividade teórico-prática. A intenção é que os alunos se comprometam a manipular, analisar, produzir e avaliar conceitos, os quais serão transformados em projetos e produtos, permitindo que os alunos alcancem mais experiência e vivências práticas dos assuntos estudados. (Saiba mais aqui)

 

  1. Google For Education

Com o programa Google For Education, é proposto o uso de ferramentas compartilhadas para impactar os alunos e os professores na realização das aulas. A interatividade e a aprendizagem colaborativa, associadas às práticas do ensino híbrido, à utilização das ferramentas Google e ao uso de aplicativos de jogos educativos, realidade virtual, realidade aumentada e aulas invertidas, proporcionam um ensino inovador e tecnológico. Isso contribui para o incentivo à pesquisa e ao trabalho em equipe, bem como para a solução de desafios. Tudo para transformar o aluno no protagonista de sua própria aprendizagem.
 

Entre as inúmeras vantagens do Google for Education para o processo de aprendizagem, destacam-se as novas alternativas para que o professor acompanhe, de forma individualizada, o desenvolvimento das atividades do aluno. Por meio dessa metodologia, há uma maior interação professor-aluno, um melhor aproveitamento da turma, além da participação e do engajamento em fóruns de debate e webnários, entre outras atividades online.