Faculdade Phorte - Como poupar e investir dinheiro (economia para iniciantes)

Como poupar e investir dinheiro (economia para iniciantes)

como poupar e investir dinheiro economia para iniciantes

Como poupar e investir dinheiro (economia para iniciantes)

De acordo com pesquisa realizada pela fintech Acordo Certo e divulgada pela Valor Investe,  mais de sete em cada dez brasileiros não conseguem guardar dinheiro. Entre os entrevistados, 39% disseram gastar mais do que ganham, 75% relataram dificuldades em manter as contas em dia, e a maioria disse que essas dificuldades se dão por conta da falta de planejamento financeiro.

Diferença entre poupar e investir

Poupar e investir dinheiro representam grande parte do planejamento financeiro e podem ser um desafio para os estreantes na vida financeira. São os movimentos de poupar e investir que podem ajudar a alcançar os sonhos e os objetivos pessoais, como fazer viagens e realizar um curso de graduação, entre outros.
 
Trata-se de dois conceitos diferentes e fundamentais para uma vida financeira saudável:
 
Poupar é o ato de economizar dinheiro. Para que isso seja possível, deve haver um planejamento, com o intuito de manter as despesas inferiores à renda obtida, assim, a quantia que sobra é a que é poupada.
 
Investir é o processo de fazer aquele dinheiro poupado render mais dinheiro, ou seja, a quantia economizada será aplicada para que possa ser multiplicada. 
 
Para começar a investir, alguns conhecimentos prévios são necessários, entre eles, onde se pode investir dinheiro, como veremos a seguir. 

Onde investir dinheiro?

Antes de começar a investir de fato, você deve conhecer as opções dos chamados produtos de investimentos. Existem diversas possibilidades para investir dinheiro, e cada produto está atrelado a diferentes objetivos do investidor. 
 
Destacamos as seguintes possibilidades de investimento:
 
Tesouro direto: é caracterizado como renda fixa. Essa é uma alternativa para que pessoas físicas (PF) possam comprar títulos públicos federais. Existem três títulos públicos à venda, com diferentes rentabilidades: Tesouro Selic, Tesouro Prefixado e Tesouro IPCA.
 
CDBs (Certificados de Depósito Bancário): também são aplicações de renda fixa. Diferentemente do Tesouro Direto, o CDB trabalha com títulos privados, emitidos por bancos, e essa é a principal diferença entre os dois. 
 
LCI (Letras de Crédito Imobiliário) e LCA (Letras de Crédito do Agronegócio): são emitidas por bancos e direcionadas aos setores imobiliário e agrícola, respectivamente. Essas aplicações são isentas de imposto de renda, o que as faz ter um rendimento líquido maior.
 
Ações: são aplicações de renda variável, ou seja, as ações ganham ou perdem valor. Assim, aplicar em ações tem um maior risco do que concentrar investimentos em CDBs e no Tesouro Direto, por exemplo.
 
Fundos de Investimento: são aplicações coletivas, em que um grupo de pessoas aplica o dinheiro e um gestor escolhe como esse dinheiro deverá ser aplicado. 

5 dicas práticas para poupar e investir dinheiro

1. Aprenda como fazer planejamento financeiro

Em primeiro lugar, é imprescindível conhecer os passos e as ferramentas do planejamento financeiro, para colocá-los em prática. 
 
Para auxiliar você nessa tarefa, existem ferramentas como as planilhas de Excel. Para conseguir adaptá-las às suas necessidades, é necessário conhecer as funcionalidades básicas. 
 
Quer aprender a mexer com planilhas de Excel? A Faculdade Phorte, sua faculdade da Bela Vista, ajuda você com isso, disponibilizando gratuitamente o Curso de Excel Básico. Para realizá-lo, basta fazer uma inscrição.

2. Controle de gastos

É importante elencar todas as suas despesas, comparar com o quanto você ganha e observar se os gastos são maiores ou menores do que o seu salário. Com base nisso, você terá condições de tomar as medidas necessárias.
 
Para ajudar você nessa tarefa, também disponibilizamos uma planilha no Excel que auxilia a:
 
• como economizar ganhando um salário mínimo;
• definir e controlar os seus gastos;
• dar início aos seus estudos sem passar aperto financeiro;
• começar a investir em você.
 
Para ter acesso à planilha completa, acesse Planilha: como começar sua Faculdade com um salário mínimo. 

3. Não fuja das dívidas

No processo de colocar em ordem a vida financeira, as dívidas devem ser colocadas como prioridade. Afinal, é muito mais difícil começar a poupar dinheiro pagando juros em contas e em cartão de crédito.
 
Por isso, antes de mais nada, concentre-se em quitar todas as dívidas existentes, abrindo assim caminho para poupar e investir. 

4. Evite compras por impulso

Compras impulsivas, que são aquelas sem planejamento, acontecem com todos e, muitas vezes, são causadoras de dor de cabeça quando as contas chegam no final do mês.
 
Por isso, analise bem suas compras e tente refletir sobre elas, perguntando-se: “Qual é a necessidade de comprar isso?”; “Cabe no meu orçamento?”, entre outros questionamentos. 

5. Estude sobre investimentos

Investimento é uma ciência complexa, com diversas variáveis. Assim, não adianta sair investindo sem antes levar em conta seus objetivos e seu perfil de investidor.
 
Por isso, estude bastante sobre o assunto e, se possível, pense em buscar consultoria de um profissional na área para mais orientações.
 
De todo modo, um bom passo para começar a traçar uma jornada rumo a uma vida financeira saudável é a busca por conhecimentos sobre planejamento, técnicas e ferramentas de controle de finanças.  
 
Você também pode gostar de: